A melhor maneira de aprender bateria é apurando os ouvidos, tentando repetir as batidas que você escuta. É possível tocar bateria muito bem sem saber música, mas para poder estudar os métodos de bateria é sempre bom ter uma noção de divisão rítmica. Vamos começar com as notas:

Semibreve    Mínima     Semínima     Colcheia     Semicolcheia         Fusa         

E ainda temos a Semifusa. Esses são os nomes como nós chamamos, mas é bom saber os nomes em Inglês porque a maioria dos métodos de bateria são importados. E também porque os nomes são mais significativos.

E suas respectivas pausas (rests):


Valor Relativo das Notas:


WHOLE * HALF * QUARTER * EIGHTH * SIXTEENTH * THIRTY-SECOND


Ponto de aumento: Acrescenta à figura metade do valor dela.

Exemplo:


Ligadura: Une os valores das notas. A segunda nota não é tocada mas seu valor é adicionado à primeira.

Exemplo:


Fração de compasso:

  NUMERADOR     = Quantas unidades de tempo por compasso.
DENOMINADOR    = Unidade de tempo (que define qual a figura que rege o compasso).

Exemplos:

[ 4/4 ] : 4 tempos de Semínima (Quater.) por compasso.

[ 3/4 ] : 3 tempos de Semínima (Quarter.) por compasso.

[ 6/8 ] : 6 tempos de Colcheia (Eighth.) por compasso.


As marcas no início e no fim dos compassos são para repetir o trecho.


Explicação rápida: A caixa (Snare) é lida no terceiro espaço (de baixo para cima), e o pedal (Bass Drum) no espaço abaixo da primeira linha. Aonde tiver a letra R (right), é para tocar com a mão direita. Aonde tiver a letra L (left), é para tocar com a mão esquerda. Quando tiver o símbolo >, é para acentuar a nota.

Ok, agora que você já tem uma noção de divisão rítmica, experimente ler os exercícios.


NÍVEL 1 * NÍVEL 2 * NÍVEL 3 * NÍVEL 4 * NÍVEL 5